PUC MINAS INICIA ONDA DE ATAQUES À QUALIDADE DE ENSINO PARA REDUZIR CUSTOS E AUMENTAR SEU LUCRO

Por Washington Oliveira, Helena Toffoletti e Ricardo Malagoli,
do Coletivo Pagas  (Belo Horizonte, MG) e da Assembleia Nacional dos Estudantes – Livre (ANEL).

Os estudantes de serviço social da PUC-Minas começam a se mobilizar.

Ao voltar às aulas, os estudantes da PUC Minas campus Coração Eucarístico, situado em Belo Horizonte, foram surpreendidos com uma nova organização realizada pela PUC durante as férias. A reitoria juntou vários departamentos em um mesmo instituto, com o argumento de reduzir custos e cumprir o estatuto da universidade. Este processo está sendo chamado pelos gestores de “departamentalização”.
 
Os estudantes do curso de Serviço Social têm questionado a forma autoritária como foi implementada esta reestruturação. E, além disso, desconfiam do seu teor político, já que a PUC aumentou em 5,9% a sua mensalidade, jogando por água abaixo o seu argumento vago de redução de custos. Os estudantes realizaram duas assembléias com ampla participação do corpo discente para discutir o tema. Na ultima, o Prof. Rômulo Albertini (Pró-reitor de Logística e Infraestrutura) afirmou, quando foi questionado se esta departamentalização era só uma mudança estrutural, que já “foram demitidos 48 professores para melhorar o ensino e muitos outros tiveram sua carga horária de aulas reduzidas” e que a PUC “está executando essas ações para se adequar às exigências do MEC”. Já se sabe que estão juntando turmas de diferentes cursos em uma mesma sala, nos casos em que há disciplinas comuns.
 
O DCE (dirigido pelos neoliberais do PSDB) que faz parte do conselho universitário, assim como a UNE, até agora não fizeram nenhuma denúncia consistente quanto ao projeto. Nós da ANEL, que estivemos presentes nas assembléias denunciamos o caráter verdadeiro deste projeto, que é diminuir os gastos e aumentar os lucros, sacrificando a qualidade do ensino. A chamada “departamentalização” é na verdade um duro ataque a qualidade do ensino e conta com o aval do Governo Lula!
 
Neste sábado 27, será realizada a reunião do Coletivo Pagas (uma organização de Belo Horizonte, MG, que reúne estudantes de várias universidades particulares) para organizar a luta na PUC Coração Eucarístico.
 

Contra a “departamentalização”!
Contra o aumento de 5,9% nas mensalidades!
Estabilidade no emprego: pela readmissão imediata de todos os professores demitidos!
Educação não é mercadoria, é um direito humano!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: